segunda-feira, 8 de junho de 2015

1978

No dia 15 de outubro, João Figueiredo, então presidente da República, afirmava: “Uma população que não sabe nem escovar os dentes, vai saber votar ? O povo é uma besta que se deixa levar pelo cabresto.” Ele tinha razão, pois sabia da manipulação da opinião pública através da mídia:

"Não existe opinião pública, existe opinião publicada". Anônimo

Início da carreira política de Fernando Henrique Cardoso, se candidatando a Senador, elegendo-se suplente de Franco Montoro. Sua candidatura era apoiada pela esquerda socialista, por parcelas da classe média mais liberal, e até por artistas, como Chico Buarque de Holanda, além de lideranças sindicais, como o então sindicalista Luiz Inácio da Silva, que chegou a representá-lo em comícios.


ESTRATÉGIAS POLÍTICAS DE DOUTRINAÇÃO E DE DOMÍNIO DAS MASSAS:

1º) Lula, um “agitador” político.
2º) FHC um “expert” no assunto, mais elegante, mais no fundo vindo pra destruir e dominar a Nação.

Ambos trabalhando pelos interesses da Elite Global, inclusive na implantação do comunismo nas próximas décadas, dentro do Plano de Governo Único Global, comandado pela ONU, sob as ordens da Elite Global.

MOVIMENTO COMUNISTA INTERNACIONAL

Início da abertura econômica da China.


1979

Em junho, é instaurada a Lei da Anistia,  que era ampla, geral e irrestrita, ou seja, beneficiava todos os acusados ou condenados por crimes de terrorismo e de guerrilha. Em setembro começam a chegar os ex-líderes e guerrilheiros comunistas, tais como Leonel Brizola, Carlos Prestes e Miguel Arraes.

O Congresso aprova a reforma partidária apresentada pelo governo. Com ela, o bipartidarismo foi extinto. A Arena transformou-se em Partido Democrático Social (PDS), mantendo-se como partido do governo; o MDB mudou seu nome para Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), a seguir surgem outros partidos, alguns fazendo "suposta" oposição à Ditadura, como o PT e PDT, dentro da "Estratégia das Tesouras".


1980

A partir da década de 1960, após o controle da mídia pelos militares,  as universidades e redações de jornais são paulatinamente tomados pelo ideal comunista, ou seja, o próprio regime militar contribui para a consolidação da corrente comunista no país, tanto que em 1980, o próprio presidente João Figueiredo aprova a criação do Partido dos Trabalhadores, já prevendo a sua investida  contra à democracia no futuro. Se o regime militar fosse mesmo contra os comunistas, então encarnados na figura do Partido dos Trabalhadores, os militares  jamais teriam dada essa licença de fundação de um partido subversivo, afinal não foi com a desculpa do surgimento das guerrilhas comunistas que os militares ficaram mais tempo no poder ?


Os militares permitiram a fundação do PT já prevendo o seu crescimento e chegada ao poder . Estava tudo planejado há décadas, desde a década de 1960, no mínimo. Só mudam as siglas mas são sempre as mesmas pessoas comandando o país, desde a década de 1960, quando a Elite Global cria, propositalmente,   o conflito democracia x comunismo para justificar um contra golpe militar para depois  melhor controlar o circo político, as instituições governamentais, e até mesmo a mente da população através da mídia, ensino, e falsas religiões. A merda se intensificou lá na década de 1960. Nem é preciso controlar toda a informação se for possível obter o controle das mentes que assimilam essa informação.

Também vale notar, que na época a maioria dos países da América do sul se tornaram ditaduras militares. Isso não foi uma coincidência, pois a Elite Global orquestrou toda essa mudança de paradigma na América Latina.  Ganharam um controle ainda maior nos governos e nas  instituições dos países. A mentira foi ainda mais institucionalizada, tornando esses povos ainda mais escravos da Elite Secreta, que comanda os países nos bastidores, sendo seus presidentes meros atores representando um papel, funcionários seguindo a ordem do patrão.

Em 1980 o  Partido dos Trabalhadores foi fundado  com a verdadeira missão de trabalhar como uma falsa oposição ao poder  instalado no país, para no futuro chegar ao poder e transformar o Brasil  num país socialista, com maior controle do Estado sobre a economia e a mente da população, ao mesmo tempo abrindo espaço para o  desvio de nossas riquezas ao grupos de capitalistas da Elite Global. O Partido dos Trabalhadores nasce dentro do pensamento de Lenin, que defendia a necessidade da existência de mais de um partido , porém todos a serviço do mesmo regime ditatorial. A falsa sensação de oposição e alternância do poder sacia a sede de mudança do povo. Na verdade a verdadeira sigla do PT deveria ser “Partido do Totalitarismo”, pois o PT foi criado pela própria Elite Global, na época do regime militar.

O PT é formado de uma racha do movimento sindical, mais igreja e extrema esquerda, com o lema Terra, Trabalho e Liberdade. “Mais ética na política”.

O Figueiredo em 1980 já sabia, pois Lula  já era carta marcada para ser presidente e levar o Brasil ao comunismo. Tudo planejado e executado.

O controle da mídia continua com a extinção da TV Tupi em 1980 e a  falta de liberdade para criação de novos canais de TV perdurando até os supostos governos “democráticos”.

O início da década de 1980 marca o crescimento do consumo de drogas, e o domínio deliberado das favelas pelo crime organizado, com anuência dos “governos”. O Rio de janeiro, a antiga e glamorosa capital federal,  se transforma numa cidade sitiada, na mão do crime organizado internacional.   Afinal o narcotráfico é uma das indústrias mais lucrativas do mundo, e os donos do mundo não poderiam ficar longe disso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário