segunda-feira, 25 de maio de 2015

Golpe Comunista

1992

MARXISMO CULTURAL

Lançamento do grupo musical de pagode baiano "É o Tchan", com diversas canções de teor erótico e duplo sentido. Em pouco tempo o grupo ganha amplo, e repetitivo,  espaço na Mídia nacional, se transformando numa das maiores aberrações culturais de todos os tempos. Após inúmeros anos de repetição na mídia, o fenômeno, entre outros congêneres,  contribuíram:
















- Destruição da imagem do país, prostituindo a cultura, principalmente a Música Popular Brasileira, que já deixava de existir,

- Erotização da infância e da juventude

- Desconstrução da cultura baiana, passando a ser diretamente relacionada a ritmos  tempestuosos e alucinantes.


CIRCO POLÍTICO

No período do Governo Itamar Franco, Fernando Henrique, o comunista "Fabiano",  assume o cargo de Ministro das Relações Exteriores e mais tarde o de Ministro da Fazenda.

DESTRUIÇÃO DO TERRITÓRIO

Ainda no governo Collor, demarcação da suposta reserva indígena Yanomani, no norte de Roraima, a futura Reserva Raposa Serra do Sol, uma das maiores reservas minerais do planeta.


1993

MARXISMO CULTURAL

No dia 5 de maio, numa entrevista ao Jornal do Brasil, o presidente da CUT, Jair Meneguelli, companheiro de Lula, confessa que a CUT tinha 800 jornalistas na sua folha de pagamento.

Lula aceita formalmente o convite  para entrar no Diálogo Interamericano, grupo ligado ao Partido Democrata norte-americano, sob o comando da Elite Global.

No dia 5 de maio, o jornal Gramma de Cuba divulga o encontro celebrado entre o Foro de São Paulo e o Diálogo Interamericano, sendo que a notícia não foi divulgada nos Estados Unidos.

No dia 31 de agosto, fundação da facção criminosa  PCC, no interior de São Paulo, que mais tarde expande suas atividades para a Bolívia e principalmente o Paraguay.  Em 2005, graças às investigações do Juiz Odilon de Oliveira de Ponta Porã - MS, descobriu-se que os guerrilheiros das FARC treinavam bandidos ligados ao Primeiro Comando da Capital e ao Comando Vermelho, para sequestros.

DESTRUIÇÃO DO TERRITÓRIO


No dia 21 de maio, parecer dos Grupos de Trabalhos, em caráter conclusivo, é publicado no Diário Oficial da União, propondo ao Ministério da Justiça o reconhecimento da extensão contínua de 1,67 milhão de hectares do norte do território de Roraima, conhecida como “Raposa Serra do Sol”, declarando a auto-determinação dos supostos povos indígenas da área. Na região fronteiriça também foi identificado um grande acampamento de um país de primeiro mundo. Mais tarde o decreto é vetado, como suposto erro primário do Congresso Nacional, e o exército brasileiro realiza uma operação de simulação de guerra na mesma região fronteiriça, denominada Operação Surumu.


1994

DESTRUIÇÃO DO ESTADO NACIONAL

No dia primeiro de julho, com o lançamento da nova moeda, o Real, é abolido o uso de figuras notáveis da História do Brasil, nas cédulas em circulação, sendo substituídas pelas imagens de animais:  Beija-Flor, Tartaruga Marinha, Garça, Arara, Onça-pintada, Garoupa, e mico-leão-dourado.

GOLPE DE ESTADO

Em 1994 é realizada a primeira computação eletrônica de votos, ainda com o uso de urnas tradicionais. Em 1996 é realizada a primeira eleição com uso, ainda parcial,  das urnas eletrônicas. O Brasil foi o primeiro país do mundo a adotar o voto eletrônico para a escolha de seus governantes. Tudo já organizado pela Elite Global, sob as ordens da KGB,  para perpetuar os seus mandatários no poder, enquanto a população pensa que vive numa democracia.



1995

MARXISMO CULTURAL

Durante a Conferência Internacional de Gays e Lésbicas, aberta no Rio de Janeiro no dia 20 de maio, é organizada a primeira "Parada Gay" do Rio de Janeiro, na Avenida Atlântica, atraindo  cerca de 2 mil pessoas, A Deputada Marta Suplicy (PT-SP)  era a presidente de honra da Conferência. Com o passar dos anos o Evento cresce, chegando ao recorde de público de cerca de 1,5 milhão de pessoas em 2010. Alguns políticos que já participaram da Parada Gay do Rio de Janeiro: Jean Willys (PT) em 2005, Heloísa Helena (PSOL) em 2006, e Carlos Minc (PT)  em 2008, Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e a deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB) em 2012. O Evento fazia parte da agenda comunista, tanto que, com o passar do tempo,  passou a receber patrocínio direto do Governo. Em 1997 é organizada a primeira Parada Gay de São Paulo, na Avenida Palista, atraindo duas mil pessoas.

Em junho de 2008, é realizado em Brasília, a 1ª Conferência Nacional GLBT, gerando em seguida o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, trazendo as diretrizes a ações para a elaboração de políticas públicas voltadas ao segmento. O Plano foi apresentado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República em maio de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário