quinta-feira, 14 de maio de 2015

Golpe Comunista

2004

GUERRILHAS COMUNISTAS, INVASÕES DE PROPRIEDADES

Início do desvio, generalizado, de verbas do Governo Federal para o MST. Em outubro de 2009 o Congresso Nacional consegue aprovar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as fontes ilegais de financiamento do MST. Somente no período 2004-2009 o Governo Lula teria repassado cerca de 65 milhões de dólares às entitades vinculadas ao MST. No mesmo mês o MST tinha invadido a fazenda da multinacional Cutrale destruindo cerca de 7 mil pés de laranjeiras.

CONFISCO

O Deputado Nazareno Fonteles (PT-PI) apresenta a PLP-137/2004, criando a “Poupança Fraterna”, visando confiscar a renda excedente da população, criando um limite mensal de consumo. O excedente iria para um poupança, sendo devolvido em 7 anos. O projeto foi arquivado em 2007.

FORÇA PARA-MILITAR COMUNISTA

Lula cria a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP). A FNSP deverá ser acionada sempre que situações de distúrbio público, originadas em qualquer ponto do território nacional, requerem sua presença. É então criada a milícia para-militar do governo inconstitucional para defender os atos impostos pela ditadura comunista, e posteriormente reprimir qualquer ameaça ao golpe de estado.

INVASÃO COMUNISTA

Início das atividades da Sinopec, uma empresa petroquímica estatal chinesa, no Brasil, através de acordo de "cooperação" com a Petrobrás. Em fevereiro de 2005, é fundada a  Sinopec International Petroleum Service do Brasil Ltda., como subsidiária da Sinopec Service. Em 2006 ganha a construção de um trecho do gasoduto Gascav. Mais tarde, a Sinopec, comprará, por baixo preço, a maior parte dos poços do Pré Sal da Bacia de Campos.









Nenhum comentário:

Postar um comentário