sexta-feira, 29 de maio de 2015

Golpe Comunista

1988

CONSTITUIÇÃO SOCIALISTA

No dia 5 de outubro, é aprovado o texto da nova Constituição do Brasil, incluindo o Artigo 4º - Parágrafo Único: "A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações".

Nova Constituição. O Deputado Lula não apresenta nenhuma emenda. O PT não apareceu no momento da homologação da Constituição, como se não estivesse aprovando.


FORTALECIMENTO DO COMUNISMO

A segunda metade da década de 1980 marca o fortalecimento do regime comunista chinês e início do desmantelamento da URSS. A  Elite Global, baseada nos Estados Unidos e Europa,   inicia a transformação da China na atual potência,  transferindo e  sucateando a indústria norte-americana. O que seria da economia chinesa sem o maciço investimento  americano ?  O Brics, junto com  a queda da economia americana, é formado para ser o embrião do futuro Governo Único comunista global . 


CIRCO POLÍTICO

Em 1988, dentro da política da "Estratégia das Tesouras", Fernando Henrique funda o PSDB, com outros dissidentes do PMDB.


1989

DESTRUIÇÃO DO TERRITÓRIO

É feito um acordo que trata dos direitos indígenas,  pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que  passa a vigorar no Brasil anos mais tarde. No dia 25 de julho de 2003, entra em vigor a Convenção Nº 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), na qual o Brasil, paulatinamente,  será dividido em 216 nações “indígenas” independentes,  sem o acesso inclusive das Forças Armadas. Esse acordo é organizado pela Elite Global para  retalhar o mapa do Brasil em reservas indígenas, na prática,  separadas do território nacional, livres para serem exploradas  sem o acesso de brasileiros. O primeiro exemplo emblemático foi a criação da Reserva  Raposa Serra do Sol em Roraima, em 2009.

No dia 9 de novembro, queda do Muro de Berlin.

1990

EXPANSÃO DO COMUNISMO

Mudança de guinada do comunismo, após as transformações da Rússia, que em função de crises internas, deixa de financiar o regime Cubano. É criado o Foro de São Paulo, fundado por Fidel Castro, Frei Betto e Luís Inácio Lula da Silva, representando o Partido dos Trabalhadores, com o plano de implantar o comunismo em toda a América Latina. 

FORO DE SÃO PAULO

O Foro era apoiado por 40 organizações e partidos de 13 países da América Latina e grupos criminosos como as FARC e movimentos terroristas da Nicarágua. O primeiro encontro oficial  do Foro aconteceu no Hotel Danúbio, entre os dia 1 e 4 de julho. Lula foi presidente da organização durante muitos anos.

Com a implantação do  Foro de São Paulo estava  oficialmente formada a maior organização criminosa que se tem notícia na América Latina. Mais tarde, em 1992 entra no grupo a União Revolucionária Nacional Guatemalteca, um grupo de terroristas que seguia as idéias do Sendero Luminoso.

O Foro de São Paulo é a mais vasta organização política que já existiu na América Latina e, sem dúvida, uma das maiores do mundo. Dele participam todos os governantes esquerdistas do continente. Mas não é uma organização de esquerda como outra qualquer. Ele reúne mais de uma centena de partidos legais e várias organizações criminosas ligadas ao narcotráfico e à indústria dos sequestros, como as Farc e o MIR chileno, todas empenhadas numa articulação estratégica comum e na busca de vantagens mútuas. Nunca se viu, no mundo, em escala tão gigantesca, uma convivência tão íntima, tão persistente, tão organizada e tão duradoura entre a política e o crime” 

Olavo de Carvalho, 2007


O comunismo não morreu na década de 1990, após a queda do Muro de Berlim, como defendia a mídia da época, e continuava a “ameaçar” ao Brasil através dol Foro de São Paulo. O Brasil, em função do porte de sua economia,  se transforma na base financeira para implantação do comunismo na América Latina.


1991

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) efetuam ataque, no horário de almoço, a um grupo de soldados do Exército Brasileiro do destacamento da fronteira  às margens do Rio Traíra, em zona de fronteira do estado do  Amazonas, roubando armas, munições, alimentos e equipamentos. Cinco pessoas são mortas além de 9 feridos. A fronteira se tranforma em zona de guerra. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário