segunda-feira, 11 de maio de 2015

Golpe Comunista

2002

CRIME ORGANIZADO

Segundo uma matéria da Revista Veja de 16 de março de 2005, Lula recebe, em 2002,  uma doação das FARC, no valor de 5 milhões de dólares, confirmando a ligação do PT com o crime organizado internacional.

ELITE GLOBAL E O NARCOTRÁFICO

O candidato Enéas (PRONA-RJ), em horário eleitoral, denunciava que Fernando Henrique Cardoso, então Presidente da República, recebia apoio do mega investidor da Elite Global, George Soros, um dos maiores narcotraficantes do planeta, segundo a Revista EIR.

INVASÃO COMUNISTA

No dia 2 de maio, a Câmara dos Deputados inicia o processo de análise do Projeto de Lei Complementar  (PLC) 276/02, do Executivo, que autoriza o Presidente da República a delegar ao Ministro da Defesa e aos Chefes das Forças Armadas a permissão para forças estrangeiras transitarem pelo território nacional ou permanecer temporariamente, sem a necessidade de aval do Parlamento. A proposta foi aprovada pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, em 2002,  e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, em 2003, na forma de substitutivo. Desde então, o texto aguarda votação em Plenário. O PLC 276/02 altera a Lei Complementar nº 90, de 1º de outubro de 1997, que determina os casos em que forças estrangeiras possam transitar pelo território nacional ou nele permanecer temporariamente. No dia 12 de janeiro de 2015, o PLC 276/02 é finalmente transformado na Lei Complementar 149/2015, publicada no Diário Oficial da União em 13 de janeiro de 2015, e retificada no mesmo Diário Oficial no dia seguinte.

LEGALIZAÇÃO DO COMUNISMO

O Governo FHC promulga a segunda edição do Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH-2),  preparando a futura base legislativa de instauração do comunismo no Brasil.

MARXISMO CULTURAL

A população é vítima do marxismo Cultural e nem sabe. O ano de 2002 marca a consolidação da produção de filme de violência explícita visando "minar" e destruir a sociedade brasileira.

A população, sintonizada com seus algozes, ainda pagava para ver filmes como:

Cidade de Deus (2002),
Ônibus 174 (2002),
Carandiru (2002),
Edifício Master (2002),
Cidade dos Homens (2002),
O Prisioneiro da Grade de Ferro (2003),
O homem do ano (2003),
Justiça - O Filme. (2004),
Cidade Baixa (2005),
Atos dos homens (2006),
Tropa de Elite (2007),
"Querô" (2007),
 Os 12 trabalhos (2007),
Batismo de sangue (2007) ,
Baixio das Bestas (2007),
Meu Nome Não É Johnny (2008),
Última Parada 174 (2008),
 Juízo (2008),
Território e violência (2008),
Entre e luz e a sombra (2009),
A casa dos mortos (2009)
Salve Geral (2009),
Leite e ferro (2010),
Tropa de Elite 2. Agora o inimigo é outro (2010),
 Cinco vezes favela. Agora por nós mesmos (2010,
Bróder (2010),
Cortina de fumaça (2010),
Assalto ao Banco Central (2011),
Capitães da Areia (2011),
 Armados (2012),
Dois coelhos (2012),
O Som ao redor (2012),
 Alemão (2014).

 Não faltava verba para a produção de filmes de violência, promovendo o "baixo astral" na sociedade.  Na TV, desde a década de 1980, os ditos filmes de ação e violência já tinham tomado conta das grades de programação da TV aberta.

Enquanto isso até hoje  o Brasil ainda não produziu um filme decente sobre a vida de Dom João VI, o homem que praticamente criou o Brasil, ao transferir a sede do Reino de Portugal para o Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário