terça-feira, 12 de maio de 2015

ETAPAS DA IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO NA VENEZUELA


1º – Falar bonito para o povo. Dizer que conhece bem a realidade do país. Que o Partido representa os interesses do povo, ganhando as eleições. Consolidação do falso circo político, com fraudes nas eleições, falsos partidos de oposição. Na Venezuela são poucos os políticos de oposição.

2º – Início da festa comunista, junto com as primeiras desapropriações de empresas iniciando a derrocada econômica.

3º – Aparelhamento das Forças Armadas com agentes comunistas. Criação de milícias comunistas. Importação de soldados cubanos. No programa “Mais Médicos Cubanos”, em cada 10, apenas 2 eram médicos.

4º – A classe media se assusta e foge do país. Até 2014 a Venezuela já tinha perdido cerca de 5 por cento de sua população. Os comunistas até gostam, pois querem os descontentes fora da Venezuela. Só ficam no país os que tem pior poder aquisitivo.

5º – Piora da economia. Os comunistas dizem que é uma conspiração internacional para derrubar o governo. É interesse dos ditadores deixar o país na miséria, para criar escravos. Um povo faminto é mais fácil de ser controlado. Construção de uma prisão circunstancial.

6º – Depois de tudo, finalmente o povo acorda, tarde por sinal, e começa a sair às ruas pedindo o fim da Ditadura, iniciando o período de repressão militar. Há 16 anos o povo da Venezuela espera a ajuda das Forças Armadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário